C1n3m4

Ir em baixo

C1n3m4

Mensagem por Statia em Sab 27 Fev - 21:43




avatar
Statia
Súcia

QG : 22

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: C1n3m4

Mensagem por 3str3l4 em Sab 27 Fev - 21:48





avatar
3str3l4
Miembro|de|Oro

QG : 14
Codinome : Tahiti

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: C1n3m4

Mensagem por Statia em Sab 27 Fev - 21:53


As estreias da semana são as seguintes:


O Ventre Negro da TarântulaComédia.


Um cientista coleciona aranhas para fins inomináveis e é um ladrão compulsivo de órgãos humanos, especialmente pâncreas.

Com um profundo desejo de morte, também gosta de perseguir mulheres,o que o torna um grande fracasso social.

Cansadas da sua dieta interminável de pâncreas de mulheres, as aranhas se revoltam e marcham contra a Casa Branca, mas esta cena foi cortada.

Há vários doses de desmembramentos, uma decapitação, uma ânsia de vômito e dezessete extirpações de calo pelo método Scholl.

Tudo é tão aversivo neste filme, que o Drácula é o mocinho!

avatar
Statia
Súcia

QG : 22

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: C1n3m4

Mensagem por 3str3l4 em Sab 27 Fev - 21:56

Sartana, o MatadorDrama psicológico.

Sartana chega numa cidade do oeste americano, na Sardenha, e mata todo mundo. Menos quatro, para completar a mesa de pôquer. Mas aí dá briga no pôquer e ele mata os quatro também.

Neste filme é empregado pela primeira vez o processo Blood-O-Bath, uma invenção italiana que faz o sangue esguichar quatro metros a cada perfuração de bala.

Cortaram uma cena que mostra duas crianças se beijando na face, pelas possíveis implicações políticas.
avatar
3str3l4
Miembro|de|Oro

QG : 14
Codinome : Tahiti

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: C1n3m4

Mensagem por Tr1n1d4d em Sab 27 Fev - 22:04


Django e Sartana: Até o Último SangueDrama social.

Sartana não gosta da cara de uma velhinha e lhe dá um pontapé na barriga. Acontece que a velhinha é a mãe de Django. Django reclama: “Na minha mãe, bato eu!” Sartana, só por birra, degola a velhinha.

Django não gosta.

Pega o cadáver da mãe pelos pés, correndo atrás de Sartana, para atirar na sua cabeça.

Sartana se refugia num matadouro.

Caem os dois num barril de sangue de porco e começam a rir. Tudo acaba bem. Em alguns países, foram feitos cortes de uma alusão à “democracia” e “liberal”.

avatar
Tr1n1d4d
Real|Mojo

QG : 59

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: C1n3m4

Mensagem por 3lD0r4d0 em Sab 27 Fev - 22:07


O Justiceiro CegoMusical.

Co-produção tcheco-boliviana, feita na Espanha.

O filho de Al Capone resolve vingar a morte do pai.

No fim do filme descobre que o pai teve morte natural e desiste.

O ponto alto de toda a produção é o bombardeio, com napalm, de um asilo de órfãos cegos mas este é o único momento de leveza do filme.

Cortaram a palavra “puxa!” da trilha sonora e uma sugestiva piscadela da heroína Sonja Heniek.
avatar
3lD0r4d0
Real|Mojo

QG : 24

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: C1n3m4

Mensagem por Statia em Sab 27 Fev - 22:12

Assassinato no 17° AndarComédia romântica.

Uma mulher é atacada sexualmente pelo cabineiro do elevador do seu prédio. O marido vai vingá-la e é atacado também. Vem a polícia e também marcha.

Chamam a Guarda Nacional. O cabineiro entreabre a porta do elevador e desafia: “Venham dois a dois sem baioneta que vocês vão ver!

No fim, os condôminos do prédio tomam uma atitude drástica: passam a usar a escada.

A trilha sonora é de Michel Legrand e inclui o sucesso: "Lotação Máxima, Seis Pessoas ou 480 Quilos".

Em alguns países, tiveram que cortar todas cenas com referência a eleições, sodomia e priapismo.


Última edição por psi em Sab 27 Fev - 22:29, editado 2 vez(es)
avatar
Statia
Súcia

QG : 22

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: C1n3m4

Mensagem por 3str3l4 em Sab 27 Fev - 22:17


Sangue no Sarcófago da MúmiaInfantil.

Um grupo empresarial abre um bordel para necrófilos na Transilvânia. Há cadáveres para todos os gostos. A caftina (Sir John Gieguld) recebe clientes especiais com cochichos: “Há uma recém-desenterrada no 19, novinha!” e os clientes em vez de perguntarem “Como é que você caiu na vida?” perguntam “Como é que você morreu?” Etc, etc. As crianças vão adorar.

As cenas da cesariana da bruxa de Blair e do posterior atropelamento de seu marido vampiro, além de excitantes, são muito educativas.

O vampiro não é nenhum Conde Drácula, aliás, ele passa longe de qualquer realeza, ele é, na verdade, bem “popular”, fraquinho, covarde, e, sendo bem pobre, vive pensando em um jeito de roubar os outros.

As crianças aprenderão a não serem bandidos burros, entre outras coisas muito importantes para seu desenvolvimento saudável e feliz.

Afinal de contas, respeito é bom, todo mundo gosta e faz bem aos dentes e aos ossos.
avatar
3str3l4
Miembro|de|Oro

QG : 14
Codinome : Tahiti

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: C1n3m4

Mensagem por Statia em Dom 28 Fev - 5:30



Caso 01: A Aposentadoria de Padre Albertino

O padre Albertino estava ficando velho.

Todos na paróquia concordavam: era triste, mas o padre Albertino precisava se aposentar. Durante anos ele servira a comunidade com dedicação e sabedoria. Mas seu tempo estava acabando. Era bonito vê-lo batizando netos de gente que ele também batizara, mas era constrangedor vê-lo se confundindo e derramando a água benta na cabeça do avô em vez do neto. E comentava-se que suas aulas de catecismo também tinham se tornado confusas. Por alguma razão, ele insistia que o pai de Jesus não se chamava José, mas Claudio.

O primeiro sinal de que o padre Albertino deveria ser substituído foi na inauguração do microfone, na missa. Ele resistira o quanto pudera, mas finalmente fora convencido a aceitar a novidade. Todos os padres estavam usando microfones durante o serviço religioso. Alguns traziam o microfone preso no peito, para ficarem com as mãos livres. Quando empunhou o microfone pela primeira vez, o padre Albertino examinou-o em silêncio por alguns minutos e depois levou-o à boca e começou a cantar um bolero. O que mais espantou os fiéis foi o padre Albertino saber toda a letra de “Tu Me Acostumbraste”.
avatar
Statia
Súcia

QG : 22

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: C1n3m4

Mensagem por Statia em Dom 28 Fev - 5:56


O padre Albertino dormia durante as confissões. Só acordava quando o penitente, estranhando o silêncio do outro lado do gradil, falava mais alto.

E então, padre?

Ahn?

Qual é a penitência?

Penitência?

Pelos meus pecados.

Dezessete Ave-Marias e vinte e nove Padre-Nossos.

Mas, padre...

Não interessa.

O senhor nem ouviu os pecados!

Mais trinta Salve-Rainhas pela insolência. E corta os doces por um mês.

Mas o que levou membros da comunidade a pedir a interdição do padre Albertino foi seu comportamento na cerimônia de casamento do Antenor e da Maria Estela. Igreja lotada.
avatar
Statia
Súcia

QG : 22

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: C1n3m4

Mensagem por Statia em Dom 28 Fev - 5:57


Autoridades presentes. Grande pompa. O organista tocando seleções de Lloyd-Webber. Entre aias, padrinhos, madrinhas e parentes, mais de cinquenta pessoas no altar. E o padre Albertino, que aderira ao microfone preso no peito, perfilado no seu lugar, com os olhos fechados. Tensão na igreja. Num casamento recente, o padre Albertino lançara-se numa longa dissertação sobre o significado da união entre o homem e a mulher, começando com Adão e Eva, passando por Claudio e Maria e chegando aos nossos dias, com o sacramento tão desprestigiado, e tanta gente vivendo junta sem benefício de matrimônio. E terminara pedindo à congregação uma salva de palmas para o casal à sua frente, que decidira se casar na igreja. Ele mesmo liderara o aplauso, como um chefe de torcida. O que o padre Albertino iria aprontar agora?
avatar
Statia
Súcia

QG : 22

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: C1n3m4

Mensagem por Statia em Dom 28 Fev - 5:59

O padre Albertino custou a começar a cerimônia. O pai da noiva já se preparava para cutucá-lo, temendo que o padre estivesse dormindo em pé, quando ele abriu os olhos, sorriu para os noivos, e perguntou:

Vocês têm certeza?

Noivo e noiva se entreolharam. O padre continuou:

Vocês sabem o que estão fazendo?

O Antenor se sentiu na obrigação de responder.

Sim, padre.

Já pensaram no que vem por aí? Uma vida inteira, juntos? As brigas, às vezes por mesquinharia? O ciúme? Os sogros se metendo? As diferenças: filme de pancadaria ou filme romântico? Luz acesa para um ler quando o outro quer dormir? Um não podendo viver sem ar refrigerado, apesar da rinite do outro? Já pensaram?

E um murmúrio de perplexidade percorreu a plateia quando o padre Albertino acrescentou:

E ainda por cima tem os filhos. Outra incomodação.

O padre retirou-se do altar com um abano, aconselhando os noivos:

Pensem melhor, pensem melhor...

Não havia dúvidas. O padre Albertino precisava se aposentar...


avatar
Statia
Súcia

QG : 22

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: C1n3m4

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum